O que fazer em Joanesburgo

July 23, 2019

A principal metrópole do continente africano, é cheia de atrações. E nesse post eu vou mostrar para vocês, o que fazer em Joanesburgo, cidade na qual quem vai para a África do Sul daqui do Brasil, geralmente para pelo menos para uma conexão! 

 

 

Nelson Mandela Square

 

Essa praça fica no boulevard de um shopping, bem no meio de tudo mesmo. Está localizada na região mais visitada de Joburg que é Sandton, e o que tem mesmo de atrativo é a estátua do Nelson Mandela abraçando o povo, uma fonte que os turistas em dias de calor não pensam duas vezes em se refrescar, pois são jatos de água que jorram em sincronia diretamente do chão, e que à noite contam com um jogo de luzes (é lindo e muito divertido), e os restaurantes que ficam em volta da praça com as mesas para fora. 

 

 

Constituição Hill

 

Um museu que fica em cima de um morro na cidade, e assim conta com uma vista bem legal de Joanesburgo. Além de ser um museu, é a sede do Tribunal Constitucional da África do Sul.

 

O lugar por si só já é cheio de história, porque já foi um forte militar, uma prisão para criminosos brancos, no início, e depois separado entre brancos e negros, onde os negros eram obrigados a exercer trabalho braçal, e os brancos trabalhos administrativos. Além de ficarem (os negros) em uma ala separada (Ala 4) onde inclusive sua alimentação era muito inferior à dos brancos. 

 

Gold Reef City

 

O complexo onde você mais vai encontrar diversão em toda a cidade. O Gold Reef City conta com um Cassino luxuoso e opulente, e um parque temático de diversões enorme com várias atrações radicais. 

Uma curiosidade do parque é que ele fica no exato lugar que funcionou uma mina de ouro no passado, portanto alguns dos seus brinquedos lembram à mina.

 

 

O parque abre de quarta a domingo das 09h00 às 17h00.

É do cassino que sai a excursão para Soweto!

No mesmo complexo você encontra um hotel e alguns restaurantes, além é claro do principal museu da África do Sul, que é a nossa próxima dica... 

 

Museu do Apartheid 

 

O museu que conta de uma maneira emocionante e eu diria até pesada a triste história do período vergonhoso em que a África do Sul praticou uma das maiores segregações entre o seu povo, que foi o Apartheid. 

Para quem não sabe, no Apartheid brancos e negros eram divididos entre territórios, direitos e privilégios, que obviamente beneficiavam os brancos em detrimento dos negros. 

 

O grande herói da história do Apartheid, que foi o principal responsável pelo seu fim, foi Nelson Mandela. Uma figura que hoje é endeusado (com todo direito e merecimento) pelo povo Sul Africano que tanto sofreu nesse período. 

O museu é aberto de segunda à sexta das 09h00 às 17h00, e eu recomendo comprar seu ingresso com antecedência, pois alguns dias há filas para entrar. 

Esse é definitivamente aquele passeio que (mesmo que você não seja um amante de museus), se não for você não vai ter visitado a cidade por completo. 

 

Carlton Centre

 

Esse é o maior prédio do continente africano, e o 185º do mundo. O arranha céu que tem 50 andares e 223 metros.

Esse gigante que fica no centro da cidade, é interligado a um hotel que também leva o nome de Carlton e um shopping subterrâneo que tem cerca de 180 lojas. 

 

O mirante no topo do prédio é aberto para visitação de segunda a sábado das 09h00 às 17h00. 

Como a cidade toda é um horizonte enorme, a vista de lá de cima é sensacional! 

 

Nelson Mandela Bridge

 

A maior ponte sustentada por cabos da África do Sul, que leva o nome do seu mártir. 

A Nelson Mandela Bridge é a 4ª das 5 pontes que cruzam as linhas ferroviárias de Joanesburgo, e já se tornou um dos pontos mais famosos da cidade, por causa da sua imponência. 

 

A ponte separa também os bairros de Newton e Braanfontein, e a sua travessia é daquelas que torna a experiência impossível de se deixar passar desapercebida. 

Soweto (Orlando Towers / Mandela House)

 

Uma esticada no seu roteiro te leva à cidade vizinha de Soweto que é tão importante, e turística como Joanesburgo. Tanto que muitos que não sabem, acham que se trata de um bairro da cidade. 

Essa cidade que nasceu em 1963, foi criada para juntar sob mesma administração um conjunto de bairros negros na época do Apartheid, e é símbolo da resistência e luta desse povo que emergiu de tanto sofrimento e discriminação. 

No tour em Soweto, 3 das principais atrações que você vai encontrar são: 

 

Orlando Towers

 

 

Duas torres que foram no passado uma central elétrica a carvão, mas que hoje servem apenas como cartão postal da cidade e um ponto para a prática de bungee jump que funciona apenas de quinta a domingo (eu fui numa terça super empolgado para pular, e fiquei só na vontade)

 

Museu de Hector Pieterson

Esse museu foi criado para lembrar um movimento estudantil que aconteceu em resistência ao apartheid e foi um dos marcos que deu visibilidade ao mundo sobre as atrocidades que esse regime estava causando no país, por causa de uma foto tirada no dia. 

Não entrei no museu, pois a fila geralmente é muito longa, e grande parte da história se conta no exterior dele mesmo, que foi onde o movimento aconteceu. 

 

Nos arredores há vários locais que contam em detalhes a história em troca de uma gorjeta. Procure sempre se unir aos que estejam com a camiseta do tour que você estiver fazendo, ou com alguma credencial, para garantir que não vá ser extorquido. E prepare o coração, pois a história é forte e emocionante. 

 

Mandela House

A última casa de Nelson Mandela, aberta para visitação, e conservada com itens pessoais do mártir. Esse é um museu bem interessante para quem é de fato fã do Mandela, pois do contrário vai ser apenas uma visita a uma casa comum, tendo em vista que ele nem morreu a tanto tempo assim, e seus objetos nem são tão antigos. 

 

 

Hop On Hop Off Bus

Tudo isso (Joanesburgo e Soweto)  você consegue visitar em 1 dia caso tenha o ingresso do Hop On Hop Off Bus, que é na minha opinião a melhor maneira de otimizar tempo e dinheiro nas viagens à cidades que eu não conheço a fundo. 

 

Além de ter uma economia bem significativa, pois o passeio é barato, você vai contar com conforto e segurança durante todo o trajeto. 

Na região de Sandton, ele ainda inclui um pickup em alguns dos principais hotéis, o que facilita muito. 

 

Compre aqui: 

Joanesburgo: Circuito Ônibus Hop-On Hop-Off de 1 ou 2 Dias

 

Pretoria (Parlamento / Voortrekker Monument) 

Se você tiver tempo, vale muito a pena visitar a cidade vizinha de Pretória, que fica há uns 40 minutos de trem saindo de Sandton numa linha direta. 

 

A África do Sul tem 3 capitais. A capital política, que é CapeTown, a capital judicial que é Bloemfontein e a capital administrativa que é Pretória. 

Em Pretória você encontra 2 pontos turísticos muito importantes e legais para visitar: 

 

Union Buildings 

 

Que é onde funciona o parlamento, a residência oficial e sede do presidente da África do Sul por 6 meses do ano. Em frente ao prédio que é uma obra arquitetônica majestosa, você encontra um parque a céu aberto, e é claro, uma estátua enorme do Mandela! 

 

Voortreeker Monument

O monumento que foi contruído para lembrar o movimento da saída dos Voortrekkers da Colonia do Cabo entre 1835 e 1854. 

É um monumento muito bonito, construído todo em granito em cima de uma colina. 

 

Seu funcionamento é das 08h00 às 17h00, e eu te afirmo: Vale muito a pena visitar! Se você colocar logo no começo do dia no seu roteiro de Joanesburgo, nem vai sentir tanta diferença, tendo em vista que a maioria das atrações em Joburg abrem às 09h. 

 

*Dica importante: para ambas as atrações de Pretória, você vai ser abordado por taxistas assim que sair da estação, todos oferecendo um preço diferente e muitos deles nada amigáveis. Eu consegui negociar por 70 rands a ida aos dois pontos, com um tempo para tirar fotos em ambos. Tente negociar também, e só pague no final do passeio pra garantir que ele não te largue lá! Agora se você quiser mais liberdade, peça para o taxista te deixar no Union Buildings, e você chama entra em outro de lá para ir para o Voortrekker, porque esse sim vai ter que te esperar. 

Digo isso, porque Uber lá (em Pretória) ainda é muito difícil. Eles só param em lugares perigosos, fora do alcance dos taxistas, e se algum taxista percebe, chega a usar de violência. Então, para que você viaje tranquilamente para Pretória, use o táxi mesmo! E com dinheiro viu? Eles não aceitam cartão. 

 

Esses foram os pontos de Joanesburgo que eu viajei e mais gostei, por isso coloquei como dica de roteiro para vocês. Caso queiram acrescentar algum outro lugar, fiquem à vontade para deixar nos comentários. 

 

Confira também os outros posts da África do Sul

 

Não se esqueçam de fazer sempre o Seguro Viagem para não passar nenhum aperto ou perrengue em caso de doença ou machucado inesperado! 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Você também pode gostar:

O que não passa no Raio X do aeroporto?

November 7, 2019

O que fazer em Londres - £ COM PREÇOS £

October 30, 2019

1/2
Please reload

Sobre Mim

✈ World Traveler

♉ Taurino - Nascido em 1988

 English, Spanish and Portuguese spoken

📍São Paulo - Brasil

🐶😺 Amo animais

 

Leia Mais

12924473_1124827837567708_11127484166396

© Pra onde ir agora?