Como é voar na Classe Econômica da Air France

October 4, 2017

Na minha última ida a Europa em setembro de 2017, meu vôo de ida foi da Air France. 

Resolvi listar algumas coisas sobre o voo para compartilhar com vocês a experiência. Talvez isso ajude na hora de decidirem qual cia escolher antes de comprar o bilhete!

 

Emissão do Bilhete

 

Emiti minha passagem há um bom tempo, pois como iria fazer uma viagem grande para a Europa, queria deixar tudo organizado com antecedência para não deixar de fazer nada que planejei por causa de tarifas de última hora. O site da Air France não é muito intuitivo e para que eu decidisse comprar com eles de fato, tive que ligar e perguntar se haveria opção de parcelamento, pois esta (como na maioria) só é mencionada no momento do pagamento mesmo. 

Mas desde o primeiro momento eles já avisam quanto vai ser o seu custo com taxas. Não tem surpresa pra frente. 

Na época que comprei não havia a regra da cobrança de bagagem.

O interessante é que como ela se uniu à holandesa KLM em 2004, as opções de voos são com as duas, portanto se um dos seus trechos não for operado por uma, será com a outra. 

 

Aplicativo

 

Geralmente só utilizo o aplicativo das cias que vou viajar pra duas coisas: fazer meu check in (consequentemente gerar o cartão de embarque) e tentar marcar assentos com antecedência. 

O check in, como de praxe estava disponível 24h antes do embarque, mas o aplicativo não me deu nenhuma notificação. Fiquei sabendo pois recebi um e-mail que já havia cadastrado no site deles quando comprei. 

Gosto daqueles cartões de embarque virtuais que você só precisa abrir no celular e mostrar no aeroporto. São mais práticos além de ser uma tecnologia bem legal. Vi algumas pessoas no meu voo utilizando ele. Eu não :(

Fiz o check in para 4 pessoas e o de nenhuma delas em nenhum dos trechos estava disponível! Logo, já é uma coisa que eles têm que melhorar, porque mesmo que pequena causa uma frustração em quem utiliza o serviço e espera a facilidade. 

 

Check in

 

O Check in no aeroporto foi meio demorado. Compreensível pelo número de pessoas que estavam no voo, mas tendo em vista que fomos colocados em uma fila de quem já havia feito check in online e só precisavam despachar as bagagens, a dinâmica poderia ter sido mais rápida. De qualquer forma o atendente do balcão de Guarulhos foi extremamente cordial, e isso fez com que a demora não fizesse tanta diferença, tendo em vista que o avião ia sair conosco de qualquer forma. 

A única coisa que me deixou preocupado foi que ao realizar o meu check in online eu cadastrei meu número Smiles para receber milhas, tendo em vista que Air France é parceira do programa, e não saiu no meu cartão de embarque. Tive que pedir para o atendente que como eu disse foi muito cordial, e reemitiu para mim com o número cadastrado para garantir que eu pontuasse. 

 

Assistência no aeroporto

 

Não poderia deixar de criar esse tópico, tendo em vista que foi algo que eu precisei. Tivemos a seguinte situação: minha sogra estava vindo de Brasília para se juntar a nós no mesmo voo por uma conexão com a Gol. Mas ela perdeu o voo lá e teve que comprar outro de última hora. 

Além de ter pagado uma fortuna no aeroporto para ser realocada num voo que chegasse em Guarulhos a tempo, não tiveram (na Gol) a proatividade de etiquetar a mala dela para o nosso destino final, e o atendente da Air France disse que isso seria possível. Ela teve que implorar para colocarem na frente do avião e assim poder correr, pegar a mala, ir do Terminal 2 ao 3 e fazer o fazer despacho da bagagem no balcão da Air France. 

Ninguém da Air France ao menos contatou a Gol que é uma parceira, para nos ajudarem nessa logística, mesmo após implorarmos por ajuda. Tivemos que literalmente correr para o T2 e exigir que incluíssem minha sogra no grupo de assistência especial de desembarque, além de pedir para que colocassem a mala dela em prioridade. Tudo isso enquanto ela voava de Brasília para São Paulo, onde teríamos apenas o intervalo de 20 minutos para que ela entrasse de um avião para o outro.

Resumindo. Desenrolamos com a Gol, mas quando voltamos na AirFrance eles disseram que não constava nada e se ela não chegasse a tempo não iam ter o que fazer. O que é compreensível, porque não atrasariam um voo internacional por causa de 1 pessoa da econômica, mas desconsideraram o fato até dela estar indo de cadeira de rodas com outras pessoas que entrariam no mesmo voo com assistência.

Isso foi bem estressante e preocupante para nós. Mas a Gol fez acontecer e garantiu que tudo desse certo. O mérito em momento algum pude associar à Air France, por isso resolvi contar essa história. 

 

Embarque

 

Como estávamos na correria que mencionei acima, com o embarque não seria diferente. Daí que nos deparamos com troca de portão, e pra ajudar o nosso era no meio do T3 e mudou para literalmente o último. 
Quando chegamos lá, nos deparamos um um emaranhado de filas tão doido, que não consegui nem colocar minha mãe no embarque preferencial. Na verdade achei melhor segurar ela comigo para evitar o risco dela entrar em avião errado ou ficar pra trás! 

 

Mas pelo menos a ordem de quem estava atrás da aeronave entrar primeiro foi respeitada, e tudo correu bem! 

 

 

Pontualidade 

 

Isso foi uma coisa que eu realmente tive que tirar o chapéu. O avião fechou as portas e se desconectou do finger para taxiar no minuto exato que estava programado. Não houve nenhum segundo de atraso. Mesma coisa para pousar em Paris e assim sucessivamente na nossa conexão para Milão. Tudo no horário sem surpresas!

 

Aeronave

 

Voamos em um Boeing 777. O Avião tinha aspecto de novo e principalmente limpo. Poltronas com configuração 3-4-3 e assentos durinhos (como a grande maioria da econômica em todas as cias), com um travesseiro que era tão fino que ficaria mais bonito pra eles não disponibilizarem, e uma manta. 

 

 

 

Gostei da aeronave especialmente o número de banheiros disponíveis e o entretenimento a bordo, que tem chat para você se comunicar com outras pessoas no voo. Além da entrada USB para você carregar seus devices. Eles também oferecem um kit com lenço umedecido e tapa olhos, além do fone de ouvido que nesse caso eu aconselho você levar o seu, pois o áudio é bem ruinzinho! 

 

Serviço de Bordo

 

Esse foi outro ponto que enquanto voava eu já estava pensando no que falar pra vocês. 

O atendimento da Air France, por se tratar de franceses que geralmente são uns cavalos ao atender as pessoas, excedeu minhas expectativas. Tanto em matéria de paciência, quando em cordialidade.

Tenho como exemplo pra citar, o fato da minha mãe que não fala nenhuma outra língua que não seja português, e praticamente não precisou de mim para fazer os pedidos, tamanha prestatividade das comissárias. 

Outra situação foi uma comissária pedir para um francês que sentava na minha frente levantar o encosto do assento para que eu conseguisse jantar, explicando que o espaço já era limitado e que ele precisava pelo menos naquele momento respeitar quem estava sentado atrás. O francês não gostou nada, mas pra mim isso foi ótimo porque a poltrona dele reclinada estava realmente fazendo com que eu tivesse que colocar a bandeja de comida no meio da fixa.

 

Referente ao que serviram a bordo, como se tratava de um voo de 10h e noturno, tivemos jantar, bebidas no meio do voo e café da manhã quando estávamos há mais ou menos 2h de pousar na França. 

 

As refeições foram muito bem servidas, várias opções de bebidas. Inclusive champanhe francês e vinho. 

Tenho que falar que tinha tanta coisa na bandeja tanto do jantar quanto do café, que eu (que como bem) não aguentei tudo! 

Comida saborosa, sem gosto de refeição de hospital, bem temperada... francesa né? 

 

Esse foi o jantar:

 

E esse o café da manhã:

 

 

 

Um super diferencial que eu achei até de muito respeito, foi que a Air France já deixa disponível na poltrona o menu do que será servido para que você não tenha que fazer a escolha no susto com a comissária em cima de você. Esse menu inclui os ingredientes dos pratos, para todas as refeições e bebidas. Isso realmente é uma prática que todas as cias poderiam adotar, pois garante que não haja erro da nossa parte em pedir algo que não goste. Algumas têm essa opção no entretenimento a bordo, mas quase ninguém sabe ou vê, por isso estou puxando sardinha pra atitude da Air France 

 

 Note que além de tudo, tiveram o cuidado de imprimir nas 3 línguas: Francês, Inglês e Português.

 

No voo da conexão de Paris até Milão que durou mais ou menos 2h, ainda nos serviram um snack com opções de bebidas.

 

 

 

Custo Benefício 

 

Comprei minha passagem para desembarcar no aeroporto de Linate em Milão, que fica há poucos minutos da cidade e do hotel que eu ia me hospedar. Um mês depois eu me deparei com o "aviso" de que eu teria que desembarcar no Malpensa que fica há 1h30m de Milão, porque a cia perdeu a concessão com o Linate no meio do caminho. O que no meu caso, por estar viajando com duas senhoras nos obrigou a contratar um transfer, daí já foram mais uns 350 reais na conta!

Esse foi um caso pontual, mas aconteceu comigo e não teria como deixar de citar nessa avaliação. 

 

Outra coisa foi o estado da minha mala NOVINHA que comprei pra essa viagem, que chegou parecendo que tinha passeado na guerra da Síria. E o posicionamento da cia foi: se nada quebrou na mala nem está faltando nada, não há nada que possamos fazer. 

 

Em resumo, eu voaria de novo com a Air France sim. Mas não indico caso você queira economizar ou espere se conforto ou uma experiência magnífica na econômica. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Você também pode gostar:

O que fazer em Praga

December 9, 2019

O que não passa no Raio X do aeroporto?

November 7, 2019

1/2
Please reload

Sobre Mim

✈ World Traveler

♉ Taurino - Nascido em 1988

 English, Spanish and Portuguese spoken

📍São Paulo - Brasil

🐶😺 Amo animais

 

Leia Mais

12924473_1124827837567708_11127484166396

© Pra onde ir agora?