top of page
  • Foto do escritorEverton Silva

Observatórios de Nova York

A cidade de Nova York tem vários obervatórios que possibilitam o viajante olhar os arranha céus de cima e ter uma vista panorâmica da imensidão da cidade.

Recentemente 2 foram inaugurados, tornando a escolha ainda mais difícil, uma vez que quando a oferta é muita, nós temos que optar pelo que mais vai nos agradar.


A primeira dica é você se programar verificando qual a previsão do tempo para o dia e horário que pretende realizar a visita. Afinal, você está indo a um observatório pra poder ter uma vista memorável da cidade, e não vai querer que o seu passeio não seja legal por causa de neblinas ou chuvas. Pra isso utilize sites como o Climatempo que tem informações detalhadas da previsão do tempo.


Então, quais são os observatórios de Nova York e qual seria o melhor pra visitar?



Vou falar de todos (pelo menos os principais, e o que cada um oferece. Assim você vai poder fazer a sua escolha e reservar o que realmente vai te fazer voltar dizendo que valeu à pena ver Nova York do topo!


1 - Summit One Vanderbilt

Vou começar pelo que está dando o que falar desde que foi inaugurado, e logo ao entrar eu já coloquei como o meu favorito. O Summit One Vanderbilt.

O diferencial desse, e o que torna ele o melhor para visitar especialmente se você nunca foi pra Nova York, é que ele é o único que oferece uma vista 360º de Manhattan, além das experiências sensoriais e de ser o que mais tem cenários de fotos para o Instagram.


Além disso, as experiências sensoriais e interativas que ele proporciona tornam o passeio muito mais divertido e são o motivo pelo qual (além dos inúmeros spots de fotos), ele ser hoje o mais procurado.

São instalações interativas que fazem com que a experiência de ver Nova York do alto fique muito mais interessante, garantindo um passeio super proveitoso tanto para quem vai pelas vistas, quanto pra quem vai para o que a atração oferece além.

Coloquei ele em primeiro, não só pela atual popularidade, mas porque pra mim é o mais completo e divertido.



Esse observatório que funciona de segunda à domingo das 09:00 até a meia noite, está localizado no prédio One Vanderbilt entre as ruas 42 e 43 da Vanderbilt Avenue e Madison Avenue. A maneira mais fácil de chegar nele é pelo Main Concourse da Grand Central Station.


Dica de visita: usem sapatos baixos, porque o uso de protetor nos sapatos é obrigatório para não arranhar o chão de vidro



 

2 - The Edge

O segundo e tão recente quanto o Summit, é o The Edge. Que traduzindo significa À Beira. Ele fica no 100 andar do prédio mais alto de Hudson Yards, um dos bairros mais novos de Nova York, com muitas coisas legais para fazer nos arredores.


Esse hoje é o observatório mais alto de Nova York, fica numa ponta que sai do prédio e garante uma vista espetacular para o lado sul da ilha, o lado leste e o horizonte de New Jersey.

Mas o mais legal, para os corajosos, é poder praticamente se pendurar nas beiradas do triângulo, e o chão de vidro que ele tem no meio.


O ponto negativo para mim, foi pensar que em dias de chuva ou neve esse é um dos que não existe a menor possibilidade de aproveitar, ainda que esteja funcionando.

E os mais aventureiros ainda podem se pendurar alguns andares acima, com um custo adicional.


O The Edge fica no 30 Hudson Yards na esquina da 10th Avenue e 33rd Street. Ou pra ficar mais fácil ainda de achar, procure pelo Vessel que a entrada do prédio fica no mesmo boulevard.


Dica de visita: Tente montar um roteiro para toda essa área no mesmo dia, começando pelo The Edge, depois visite o Vessel, passeie pelo High Line e termine no Little Island. Ou o contrário!



 

3 - One World Observatory

O observatório do prédio One World Trade Center, que fica em Downtown na área das antigas torres gêmeas é outra opção de observatório para você considerar na sua lista. Esse prédio e o observatório foram construídos como um símbolo de resiliência e renascimento após os eventos de 11 de setembro de 2001.


A experiência do elevador Sky Pod com um vídeo emocionante desde o térreo até o de Nova York foi pra mim a melhor de todos os elevadores dos observatórios que eu visitei. E a saída dele, no andar chamado Horizon Level reserva uma supresa que me emocionou de verdade. Mas não vai ter spoiler!


O One World Observatory fica no 100º andar do prédio. Também proporciona uma vista 360, mas como está na ponta da ilha, impossibilita de ter a mesma sensação do Summit, que está literalmente no meio de Manhattan.

Já a grande vantagem dele, é ser o único com vista privilegiada para a Estátua da Liberdade.


Dica de visita: Devido esse observatório estar em uma área de Nova York que passou por um dos episódios mais traumáticos da história, a revista dele é a mais rigorosa, portanto programe-se para ir com o mínimo de coisas possível. Assim você evita constrangimentos e agiliza sua entrada.


O One World Observatory está localizado no One World Trade Center, na esquina das ruas West e Vesey, no centro de Manhattan a melhor estação do metrô pra chegar lá é a Fulton Street, e está aberto diariamente entre 09:00 e 21:00.




 

4 - Top of The Rock

Situado alto dos 70 andares do Rockefeller Center, o Top of the Rock oferece vistas espetaculares da cidade, incluindo a visão deslumbrante do Central Park. O observatório tem três níveis de observação e por ter uma plataforma inteiramente aberta, torna ele um dos mais famosos e imperdíveis de Nova York.


Por mais que seja um observatório que hoje está numa altura bem inferior aos demais, quem visita o Top of The Rock (Topo da Rocha), garante que tem a sensação inesquecível de estar imerso na Selva de Pedras com uma sensação estonteante tanto em olhar para baixo, como para cima.



Pra não ficar tão atrás dos demais, a empresa responsável pela atração está renovando a experiência. Portanto mesmo que você já tenha visitado, em breve terá a possibilidade de experimentar um novo Top of The Rock.


O acesso dele fica na 50th Street entre 5th e 6th Avenidas, e ele funciona diariamente entre 09:00 e 23h00.


Dica de visita: Como trata-se de um observatório de "baixa estatura" a minha dica é que você visite durante à noite. Assim vai pegar a cidade toda iluminada e como ele tem o deck aberto, vai ter uma sensação surpreendente.



 

5 - Empire State Building

O mais clássico, e consequentemente mais icônico de todos os arranha céus de Nova York. A subida no prédio conta com várias exposições nos andares 2 e 80 que na minha opinião, vão te proporcionar a imersão cinematográfica perfeita de Nova York.


Existem duas opções de visita: o ingresso para o observatório do terraço principal que fica no 86º andar, e o ingresso complementar que te dá direito a subir até o 102º andar.


Dica de viagem: Pessoas de baixa estatura (como eu) não tem uma experiência das melhores no 102º andar, porque a mureta para que você veja alguma coisa, pelo menos pra mim que tenho 1,70m foi meio desafiadora de me pendurar. E o número exagerado de pessoas no espaço que é bem limitado também não ajuda.


Mas se você for alto, com certeza vai aproveitar bastante!


Esse é o mais popular dentre todos os outros, por ser o prédio mais famoso do mundo. Se vale a visita? Já valeu muito mais, mas se você ainda não foi pode ser algo pra se tirar da lista do que já fez de icônico em Nova York.


Ele fica na 20 W 34th St entre a 6th e 5th Ave, e funciona diariamente das 09:00 às 23h



 

Concluindo, eu acredito que em uma única viagem não seria proveitoso tentar visitar os conco observatórios. Acredito que ficaria até maçante!

Sugiro você escolher 2, ou no máximo 3 e pulverizar as visitas entre os dias da sua viagem. Assim vai conseguir garantir que sinta o que cada uma das atrações propõem, que é um encantamento inesquecível por Nova York vista de cima.

HOJE o indispensável em se visitar, na minha opinião é o Summit One Vanderbilt. Como sugestão eu casaria ele com o The Edge, e/ou o One World Oservatory.


Nesse vídeo eu mostro um comparativo entre os dois mais novos observatórios, que eu acredito que vai te ajudar nessa tomada de decisão também:



Espero ter ajudado!

0 comentário

Comentários


bottom of page