• Everton Silva

O que fazer em Jericoacoara

Atualizado: Ago 11

Jericoacoara é um dos destinos mais importantes do nordeste brasileiro. E não é à toa! São muitas atrações sem contar na beleza surreal do lugar. Mas o que fazer em Jericoacoara pra garantir que a viagem não vá ser um fiasco, é um dos pontos mais importantes.


O que é legal você saber sobre as atrações, é que elas estão divididas entre “lado leste” e “lado oeste”. Então vamos revisar o que esse destino tão procurado, desejado por turistas do mundo inteiro, tem pra oferecer pra ser tão famoso!


Para entrar em Jericoacoara você precisa pagar uma taxa de turismo para pessoas acima de 12 anos de idade até 60 anos.

A taxa é fixa de R$30,00 para 7 dias e você paga mais 2 reais por dia adicional.

Para entrar na vila, sempre vão te pedir o comprovante da taxa, e ela pode ser paga na Jijoca ou pelo site da prefeitura através desse link:

https://speedgov.com.br/satjij/servlet/com.satweb.gerataxaturs


Vila de Jeri

A vila de Jericoacoara já é por si só uma atração, porque ela mistura o charme das casas e pousadas com o clima e aparência de uma cidade praiana isolada da e tudo.

Você não vai ter a oportunidade de calçar sapatos em Jericoacoara porque absolutamente todas as ruas são de areia! E é pra ser assim mesmo, por uma questão de conservação!

Na rua principal, você vai encontrar vários becos super charmosos, com nomes como Beco do Forró, Beco da Padaria, Beco das flores, e vários bares e restaurantes.

A noite que é quando todos voltam dos passeios, essa vila bomba muito, e é quando você vai poder sair da sua pousada no seu melhor modelo de usar com chinelos na areia!



Duna do Pôr do Sol

Um espetáculo que você não pode deixar de perder em Jeri é o pôr do sol em cima da Duna que fica à esquerda da praia. Todos os dias essa duna enche de pessoas que vão assistir o sol ser engolido pelo mar da maneira mais linda que vocês possam imaginar, e depois seguem para as festas na praia ou na Rua Principal.

É daqueles pores do sol que todo mundo aplaude, e chega arrepia. Não perca! Além de ser de graça, é motivo pra pessoas fazerem bate e voltas em Jeri de cidades bem longe, só pra assistirem.


LADO LESTE

Geralmente as atrações do Leste, já são contempladas pelos turistas que chegam de Fortaleza em Jeri. Principalmente os de excursões.

Pedra Furada

O emblema e cartão postal de Jericoacoara é a pedra furada. Mas o que pouca gente sabe é que pra chegar nela, você vai ter que dispor de um bom condicionamento físico e/ou disposição.



Ao contrário do que pensam os que não conhecem a cidade, a pedra não está numa praia da vila, e sim numa distância de praticamente 3 quilômetros caminhando em areia fofa (que pra quem entende, sabe que faz com que os passos cansem mais rápido), num percurso que costuma levar 45 minutos pra ir e 45 minutos para voltar. E na volta ainda ter que subir tudo que se desceu!

A pedra é protegida por leis ambientais, e se quem encarar essa caminhada resolver subir, pode ter sérios problemas com a justiça, e até ser preso ou multado.

É lindo, emblemático e fundamentalmente conhecer, mas acho justo dar essa injeção de realidade pra ninguém que tenha lido esse post, saia achando que é só chegar e ver a pedra na praia, porque tem tudo isso envolvido.

Inclusive existe uma cruel exploração animal com charretes para os preguiçosos que não querem usar as próprias pernas pra conhecer a tão famosa pedra. O que na minha sincera opinião eu acho que torna a experiência mais desnecessária e sem sentido ainda!

Lagoa do Paraíso

No lado leste (que é inclusive o que se chega pela Jijoca), você consegue visitar a Lagoa do paraíso que é repleta de pousadas com estrutura de praia para os turistas visitarem e desfrutarem de algumas horas de banho, bebidas e comida. É uma lagoa muito bonita que na grande maioria das vezes, vai ser visitada quando você está em grupos de excursões que tem convênio com uma das pousadas, e vai usá-la como base de parada.



LagunBeach

Um parque recém construído com estrutura de clube aquático, onde você vai poder nadar em uma lagoa artificial de água extremamente azul, consequência da concentração de minérios.

Esse é o point de fotos dos turistas hoje. E também é uma das paradas (com pagamento à parte) das excursões que seguem pra Jericoacoara, no percurso de ida que é o lado leste.


Buraco Azul

Um piscinão azul montado num buraco gigante no mesmo esquema do LagunBeach. Ele também fica no lado leste e não tem tantas opções de recreação além da lagoa. Mas certamente, pelo tamanho, é mais impactante.


Árvore da Preguiça

Uma árvore deitada na beira da praia que dá acesso à vila de Jericoacoara, que levou esse nome justamente por não ter tido força para se erguer e cresceu para o lado direito, caída. Essa árvore é outra parada na ida pelo lado leste, e se tem uma dica que eu posso dar para vocês, é que passem um bom repelente caso queiram parar para tirar uma foto, pois fui devorado por um número incontável de mosquitos numa fração de segundos que desci do carro e parei na fila para foto.

Essa árvore também faz parte de um patrimônio de preservação ambiental e você não deve subir nas raizes ou galhos dela de jeito nenhum na hora de tirar suas fotos! Caso seja pego, ou é multa ou cadeia.


LADO OESTE

Lagoa da Tirolesa

No meio das dunas do lado oeste existe hoje um parque com tirolesas e toboáguas que independente da maneira que você chegar (com excursão ou por conta), vão cobrar para utilizar os brinquedos.

É muito divertido e tem sido super divulgado esse passeio, mas ainda tem algumas questões na estrutura, que por ser no meio de dunas de areia jamais serão totalmente resolvidas.


Passeio de buggy ou 4X4 nas dunas

Quem já foi a Natal, vai certamente sentir a semelhança no passeio pelas dunas, principalmente se fizer de buggy. A diferença são os 4x4 que seguem o mesmo trajeto com muito mais pessoas e conseguem garantir muita emoção para os turistas. Eu diria que até mais que os buggies, uma vez que todo mundo já espera deles subir e descer dunas proporcionando emoção aos turistas.

No caso do 4x4 você não conta que um carro tão grande, com assentos no bagageiro e cheio de pessoas vai fazer uma travessia como essa, ser tão procurada


Lagoa da Tatajuba

Essa é uma das lagoas mais famosas da região. E sinceramente ela faz jus à fama, porque é linda mesmo.

Geralmente nas excursões para o lado oeste, vai ser nela o seu ponto de apoio para almoço. E se tem uma coisa que eu posso te preparar é o seguinte: comer lá é beeem caro!

Eles fazem um menu ao vivo com 3 opções de peixes, lagosta e camarões, e não espere gastar menos que 150 reais no prato que serve de 2 a 3 pessoas dependendo do peixe que você escolher. Jarrinha de suco por 30 reais!

Na Tatajuba você também pode fazer standup paddle, caiaque, flutuar numa bola inflável gigante que cabe uma pessoa dentro, e até fazer um passeio de helicóptero sobre as dunas.


Mangue Seco

Um mangue que está desaparecendo por causa do avanço do mar, deixando alguns pontos de lama e árvores secas que estão sendo enfeitadas com redes e balanços pra que enquanto ainda existir, possa servir de ponto de fotos para os turistas.


Travessia de Balsa

Você vai fazer essa travessia tanto na ida quanto na volta. O legal é que diferente de muitas balsas pelo nordeste, não temos que pagar nada a mais se estivermos em um buggy ou em um 4x4 de excursão.

Além da experiência da travessia que não leva mais que 5 minutos, você consegue ver alguns animais marinhos como tartarugas, caso tenham sorte!


A única parada que por uma questão de responsabilidade e consciência eu não indico aqui, é a da observação de cavalos marinhos. Uma crueldade sem fim com os bichinhos que são capturados em garrafas para que os turistas tirem foto enquanto eles se debatem de medo.


Dica especial:

Tente casar o seu retorno para a Jijoca de Jericoacoara no final da tarde e parar na outra duna que tem lagoas em volta, para assistir o por do sol por outro ângulo! Garanto que não vai se arrepender.


Essas são as dicas do Pra Onde Ir Agora para Jericoacoara!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo